Logo AmbCom

Orçamentos:

(32) 3235-8064

contatos@ambientecomunicacao.com

Localização

Av Sete de Setembro, 53-A - Costa Carvalho - Juiz de Fora

E-Mail

contatos@ambientecomunicacao.com

Telefone

(32) 3235-8064

Facebook
  1. Início
  2. Notícias
  3. Como investir no Google AdWords: 6 dicas importantes!

Como investir no Google AdWords: 6 dicas importantes!

Por mais que você ainda seja novato no universo do marketing digital, já deve ter se deparado com o Google AdWords, certo? Relembrando: estamos falando do sistema de anúncios via links patrocinados disponibilizados pela gigante das buscas que faz toda a diferença na estratégia digital de qualquer empresa.

A ideia do AdWords é simples: cada vez que um usuário busca por um termo, o Google exibe, na página de resultados, anúncios condizentes com o tema. Assim, ao pesquisar por melhores tênis de corrida, o internauta vai visualizar anúncios de lojas de calçados. Em outras palavras: a propaganda é exibida diretamente para o público interessado.

E tem mais: além de ser uma ótima maneira de atingir o lead certo, o AdWords é conhecido por seu baixo custo! Mas não é por custar pouco que você deve tratar esse recurso com menos cuidado, ok? Saber como investir no Google AdWords é o que realmente vai definir se a ação terá sucesso financeiro ou não. E vamos ajudá-lo a chegar lá no post de hoje. Confira agora mesmo 6 dicas valiosas!

1. Comece planejando as palavras-chave

O AdWords usa palavras-chave para definir quais anúncios serão exibidos em cada tipo de pesquisa. É claro que você vai sempre usar termos pertinentes para seu negócio — como balanceamento de carros para oficinas e assim por diante. O problema é que existem palavras-chave mais concorridas que outras, o que impacta diretamente no preço.

Além de serem mais caras, algumas também podem ser óbvias demais, o que significa que várias empresas apostam nelas. Nesse cenário, o risco do seu negócio ficar para escanteio não deve ser ignorado.

A dica aqui é bem simples e eficaz: lance mão de um planejador de palavras-chave para avaliar a popularidade de cada termo, procurando por palavras que não sejam tão batidas. Dessa maneira, você consegue atingir um custo real do anúncio mais barato e ainda ganha com buscas que seu concorrente não está prestando atenção.

2. Use a geolocalização a seu favor

Pode até parecer tentador investir em publicidade para aparecer em qualquer computador, celular ou tablet brasileiro — especialmente para quem trabalha com e-commerce. Mas o ideal mesmo é que a empresa avalie se é realmente necessário investir em AdWords para buscas feitas no país inteiro. Afinal, quanto maior o alcance, maior o custo da campanha.

Pensando nisso, se sua loja virtual é especialista na venda de pranchas de surfe, por exemplo, não faz muito sentido investir em anúncios para internautas mineiros ou goianos, certo? Também é preciso levar em conta a capacidade logística. Se seu e-commerce está em Recife, você seria capaz de oferecer preços competitivos para fretes no Mato Grosso do Sul?

O Google sabe a origem de cada pesquisa. E esse dado que pode ser triangulado a partir de redes de internet banda larga, 3G e 4G, além do próprio GPS de cada celular. Sendo possível oferecer anúncios que atinjam regiões específicas, nossa dica é: comece anunciando na região em que sua loja tem sede e vá expandindo na medida em que sentir o aumento da demanda e der conta da logística.

3. Faça a segmentação dos anúncios

Acredite: o Google sabe mais sobre o internauta do que sobre a cidade de onde ele está fazendo sua pesquisa. Por isso, é possível direcionar pesquisas para determinadas faixas de idade e de renda ou até de acordo com preferências específicas. E isso é importante para qualquer campanha de marketing. Afinal, falar com quem realmente quer te escutar é a melhor maneira de criar propagandas precisas!

Pensando nisso, avalie bem o público-alvo da sua empresa e até mesmo de cada produto anunciado. Uma mesma loja de camisetas pode anunciar modelos com temas nerd para pessoas acostumadas a pesquisar assuntos de interesse dessa audiência, enquanto mostra camisas de bandas para quem procura frequentemente por músicas novas.

Só vale lembrar que a segmentação não se restringe ao perfil do público. Entre as opções disponíveis estão a possibilidade de escolher sites específicos para a exibição dos anúncios, garantindo uma origem de tráfego qualificado, e até mesmo escolher a hora e o dia da semana em que os anúncios serão realizados.

Aliás, essa última possibilidade também é importante para controlar o orçamento da campanha, já que manter anúncios online 24 horas por dia pode se traduzir em desperdício de dinheiro. Afinal de contas, se você pode escolher horários de picos de acesso para colocar seus links patrocinados no ar, por que não fazê-lo?

4. Dê atenção especial ao conteúdo

A verdade é que, mesmo se você realizar os passos anteriores com maestria, ainda não terá um bom número de conversões, muito menos um retorno sobre o investimento respeitável. Lembre-se: o leadsó vai clicar no seu anúncio se ele realmente se interessar pelo conteúdo. Então fique atento a algumas regras para criar anúncios matadores!

Abuse das chamadas para a ação

Basicamente, Calls to Action (CTAs) são frases que incentivam uma ação do leitor. Confira mais ofertas no nosso site teste nosso serviço gratuitamente agora: esses são apenas alguns exemplos de recursos que têm tudo para melhorar a capacidade de atração do público para sua landing page.

Destaque o que você tem de melhor

Mesmo com o link patrocinado, você tem pouco tempo e espaço para conquistar um visitante. Portanto, vá direto para os diferenciais do seu produto ou serviço! Você oferece frete grátis? Diga! Tem dados de satisfação dos clientes atuais ou índices de melhorias provocados pelo seu serviço nas empresas dos compradores? Aponte-os!

Teste possíveis variações

Como pode ser difícil acertar de primeira a forma e o conteúdo do seu anúncio, é bom usar variações para encontrar a fórmula ideal. Mude frases, CTAs e destaques de anúncio para anúncio a fim de entender que tipo de mensagem é mais sedutor aos olhos dos seus leads!

5. Cuide da landing page

Mesmo sabendo como investir no Google AdWords, sua estratégia pode falhar se você deixar um detalhe decisivo de lado: a landing page. Se você está gastando dinheiro para anunciar sua loja online, não faz sentido oferecer um site pouco atrativo, com problemas de navegação ou que seja completamente dissociado da propaganda, não concorda?

Ao oferecer um teste gratuito para um aplicativo de finanças pessoais da sua empresa, por exemplo, assegure-se de que o link será direcionado para a página de demonstração. Acredite: se o cliente for direcionado para o FAQ da empresa ou mesmo para uma página do negócio nas redes sociais, pode se sentir ludibriado. Com isso, seu anúncio perde pontos de qualidade no Google, o que afeta tanto o valor do anúncio em si quanto sua visibilidade e efetividade.

6. Acompanhe os resultados de perto

Por fim, não se esqueça de que todos os passos anteriores foram dados para que você atinja os resultados necessários, que sempre devem ser mensurados por meio de boas métricas e ferramentas. O próprio Google oferece o Analytics, que, entre outros recursos, permite a visualização de visitas provenientes de um anúncio patrocinado.

Usar esse tipo de ferramenta ajuda a empresa a identificar a efetividade de cada investimento, mensurar o ROI de forma sólida e identificar oportunidades de melhorias para os próximos anúncios. É isso mesmo: essa é a chave de ouro para fechar uma boa estratégia no AdWords!

E agora que você já sabe como investir no Google AdWords, que tal assinar a nossa newsletter? Assim você receberá os próximos conteúdos diretamente na sua caixa de entrada!